quinta-feira, 4 de março de 2010

Descontrole

Oi amigos, blz?
Estou cansada. Física e mentalmente. Vocês acreditam que, depois de tudo combinado, faltando só assinar os papéis de locação do apartamento em Porto Alegre, o dono decidiu que não ia mais alugar?
Fiquei puta da vida com isso. Mas passado a raiva, pensei: melhor assim, vamos achar um lugar melhor.
Sim, eu e meu pensamento positivo. Mas realmente acredito que será melhor.
Agora, estou há alguns dias de começar as aulas e estamos sem teto lá na capital. Vou ficar na minha tia até acharmos um lugar.
O problema maior é que eu fico ansiosa com a bagunça. Sou muito organizada e às vezes até perfeccionista. Gosto das coisas organizadas, de planejamento das atividades.
Gosto de ter tudo sob meu controle.
Mas a verdade é que não temos o controle total de nossas vidas. Aliás, controlamos pouquíssimas coisas na vida.
Você programa uma festa e falta luz. Você faz sua viagem dos sonhos pro Chile e um terremoto te pega de surpresa. Você quer ter um filho e descobre que é estéril. Você faz um exame de rotina e descobre que tem câncer. Você está jogando futebol com os amigos e tem um infarto. Você está passeando de carro e sofre um acidente. E a lista segue... Isso não é mórbido. Isso acontece todos os dias com um monte de gente.
Eu me organizo, planejo, arrumo tudo sempre. Mas sei que sempre pode haver alguma coisa pra estragar esse meu controle.
Me acostumei a não ter o controle da minha saúde. Por mais que me cuide, a EM pode aparecer a qualquer momento. E não importa o que eu esteja fazendo ou o que eu tenha planejado. Se ela chega eu tenho de parar com tudo e me tratar.
A mesma coisa aconteceu dessa vez. Estava tudo organizado, e de repente alguém mudou de idéia. Agora, eu que me vire pra me organizar de novo.
Por isso não escrevi ontem. Ainda estava reprogramando minhas atividades. E mais, reprogramando meus sentimentos. Afinal, perder o controle das coisas é meio difícil né? Acabei não dormindo bem nos últimos dias. Por conta dessa minha ansiedade.
Eu sei que deveria me despreocupar um pouco, descansar a cabeça e etc. Mas ainda não consigo fazer isso. E, enquanto não reorganizo tudo, não fico sossegada.
Mas prometo tentar melhorar isso. Até porque, como nós sabemos, ansiedade e estresse podem trazer consigo um surto de EM. E isso é a última coisa que quero nesse momento.
Ainda sobre essa coisa de ter tudo sob controle, as surpresas que nos pegam na vida, mudando o planejamento de tudo, não são sempre ruins. E às vezes, o que achamos que é ruim hoje, vemos no futuro que foi uma benção.
Até amanhã!
Bjs

3 comentários:

  1. Há muitos e muitos anos atras, quando eu ja tinha perdido a audição e era adolescente, uma amiga da minha mãe - que tb era minha amiga, apesar da diferença de idade - me deu um cartão postal de uma foto absolutamete desfocada que eu sequer sei o que era, com uma frase:
    "Aceite a vida como ela é, animada pelo desconhecido. Somos parte integrante da nossa situação atual, não somos vítimas do que acontece. Enquanto a gente está indeciso, há hesitação, a chance de recuar, continua ineficiência. A partir do momento em que a gente se compromete, a providência age e para ajudar-nos ocorrem coisas que, do contrário, jamais ocorreriam". (não lembro o autor) seguido da frase dela "lia isso num livro e lembrei imediatamente de você"
    A atitude, isolada, poderia parecer uma lição de moral. Mas anos mais tarde, essa mesma amiga contraiu o HIV e veio a falecer poucos anos depois. E ela foi um exemplo de vida, porque agia com a mais absoluta elegência, sem jamais se martirizar ou lamentar pelo destino que teve.
    O que eu não sei é se ela estava me dando um conselho ou comentando que isso era como ela me identificava.
    Mas, quer saber? Tanto faz, porque essa frase jamais saiu da minha cabeça!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Já estava com saudades pois ler suas anotações é como um bálsamo em minha vida.Devo acrescentar que suas observações de hoje complementadas pelo excelente comentário de sua amiga Luk , me surpreendeu e me fez ver como somos parecidas,até no perfectismo, se é que existe essa palavra. Por favor, continue nos passando tanta coragem e bom humor.... beijos Márcia

    ResponderExcluir
  3. Linda a frase Lak. Obrigado!
    Márcia, fico muito feliz em saber que sou "exemplo" de alguma coisa...hehehe
    Bjs

    ResponderExcluir

Ajude a construir esse blog, deixe aqui seu comentário, dúvida, críticas e elogios.