domingo, 22 de dezembro de 2013

Porque o amor me faz feliz... Feliz 2014!


Oi queridos, tudo bem com vocês?
Comigo tudo ótimo! Estou naquele misto de ansiedade e melancolia que dá no período antes do Natal. E num cansaço tremendo também... acho que preciso de uns dias de férias. Meu cérebro andou dando falha técnica nos últimos dias e apesar de eu poder atribuir isso a EM e ao calor, acho que a falta de pausas também tá cobrando juros.
Mas antes de tirar uns dias de folga (volto a postar dia 02 de janeiro de 2014), gostaria de fazer a clássica retrospectiva do ano e dizer algumas palavrinhas a vocês, que são tão importantes pra mim.
Bom, quem me acompanha há mais tempo lembra que o Natal do ano passado não foi nada fácil. Planejamos tudo para ter o primeiro natal aqui no nosso apartamento mas, dois dias antes da festa minha vovó foi pro hospital lá em Passo Fundo. Aí foi um auê danado... e foram as festas de final de ano mais estranhas das nossas vidas. Minha mãe acompanhando a vó na UTI do hospital, o resto da família na casa da vó comendo um peru que era frango comprado na padaria, super apreensivos sem saber o que pensar, sentir ou falar.
Passei a virada do ano sentada na varandinha da casa da vó, olhando as estrelas e pensando o que seria de 2013... o que esse ano tinha reservado pra mim. E o brinde foi no hospital, com guaraná. Aqui tenho que fazer um agradecimento especial ao meu amigo Marcelo, que foi minha companhia via SMS nessa loucura que foi a virada do ano. Obrigada!
No início de dezembro desse ano, quando fomos ao mercado comprar os itens da ceia de natal, deu aquele frio na espinha... será que vai dar pra fazer o natal aqui esse ano? Bom, tendo em vista que estão todos já aqui em casa, acho que vai rolar sim. E eu não poderia estar mais feliz. Todas as pessoas que eu mais amo no mundo estarão junto comigo nesse Natal. Não é pra qualquer um juntar os amores da sua vida na mesma sala né?
E pra mim natal é isso, é a união de pessoas que se amam. Eu sou cristã e comemoro o nascimento de Jesus. E acho que a união de pessoas que se amam traz muita alegria ao aniversariante. Por mim, nem precisava de presentes e enfeites. A simples presença de quem eu amo basta.
Mas eu confesso que adoro a casa enfeitada e me encanto com as festas de natal. Vejo a extravagância do Natal como aquele instante em que você se despreocupa sabe? (aqui me refiro ao que falei nesse post: http://www.esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2013/12/surpreender-e-emocionar-tambem-e-cuidar.html).
Mas pra mim o Natal é uma data de gratidão. Esse sentimento, que eu tenho a felicidade de carregar comigo todos os dias do ano, parece ficar maior ainda no natal. É como se fosse a data de comemorar a gratidão. E eu agradeço demais pelas pessoas que me acompanham. Incluindo vocês que leem anonimamente o blog, ou que me enviam emails, comentários e mensagens cheias de carinho. Isso faz diferença na minha vida. Me faz feliz.
E como vocês me acompanharam durante todo 2013, não vou apurrinhar o saco de ninguém fazendo uma retrospectiva detalhada. Mas 2013 foi um ano muito doido. Aconteceram coisas demais. Coisas muito boas e ruins também. Mas, no balanço geral, fico com a recordação das boas.
Em janeiro eu comecei uma série de pulsos (que se repetiram em fevereiro e março), mas também foram nesses meses de pulso que eu defini o tema/objeto da minha tese de doutorado, que estava meio em aberto e isso estava me deixando louca da vida.
Em março eu fiz aquela viagem linda com a mãe e a mana ao Recife. Recarreguei as energias nessas férias maravilhosas (http://www.esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2013/03/o-paraiso-existe-e-e-no-nordeste-do.html).
Em abril não aconteceu  nada de super interessante, mas relendo meus posts, vi que foi em abril que eu comprei as passagens para minha ida à São Paulo... que mudaria minha vida para sempre. E teve a vó quebrando a coluna e descobrindo um monte de outros problemas além desse. Desde então, meus avós estão morando conosco.
Em maio teve o Dia Mundial da EM... e eu postei meus três lemas aqui:
1. Ser feliz é melhor que ser normal - http://www.esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2013/05/ser-feliz-e-melhor-que-ser-normal.html
2. " "há mais estrada no meu coração do que medo na minha cabeça" - http://www.esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2013/05/ha-mais-estrada-no-meu-coracao-do-que.html
3. A vida não tem sentido se não tocarmos o coração das pessoas - http://www.esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2013/05/meu-ultimo-lema-tocar-o-coracao-das.html
Gostei muito de escrever esses textos. E gostei mais ainda de ter participado do Encontro do Dia Mundial, promovido pela Agapem, onde eu contei minha história com a EM: http://www.esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2013/05/o-encontro-do-dia-mundial-da-em-foi-show.html
Foi difícil lembrar todos esses momentos pra poder contar. Mas também foi libertador!
Junho foi um mês muito importante. Mudou minha vida completamente. Eu não só fiquei mais velha e mais famosa (apareci em três revistas e o blog foi citado num programa de tv) como fiquei mais feliz, mais romântica, mais leve... Me apaixonei! E agora posso dizer com toda certeza de que não quero passar mais nenhum dia da minha vida sem meu amor comigo. Te amo demais Jota! E quem disse que esse blog não me traria coisas boas né? Graças ao blog encontrei o amor da minha vida. Acham pouco? Desde o dia 20 de junho, nunca mais me senti sozinha. Obrigada meu amor!
Além disso (falei que junho foi fantástico), fui no encontro de blogueiros da saúde e conheci a AME, projeto que hoje eu amo e assino embaixo. E, pude conhecer pessoalmente queridos amigos virtuais: Marcelo, Gustavo, Bia e o Jota que, quem diria (todo mundo diria na verdade), se tornaria meu namorado.
Julho foi  o mês em que eu falei pela primeira vez na tv, ao vivo, sobre EM. Fique me achando... além disso, foi quando eu comecei a pedir votos pra eu ir pra Dinamarca, com aquele vídeo que eu postei no site do MS and Our Story (que, já adianto pra vocês, tem novidades pra 2014...logo logo eu conto mais). Também foi o mês que a vó fez mais uma cirurgia e voltou pra casa super bem. Mas foi beeem difícil esse período de hospital. Ah, e foi o mês de morrer de saudade do namorado... namoro à distância pode ser complicado né.
Em agosto teve dia nacional da EM, teve eu declarando meu amor pelo Jota aqui no blog, teve eu xingando a Novartis porque mudou as regras da viagem pra Dinamarca...
E em setembro teve a Novartis mudando de ideia e me ligando dizendo que eu iria, afinal, pra Dinamarca. Ufa! Mas também teve algo muito, muito ruim: meu avô teve uma meningite braba e nós pensamos que teríamos que nos despedir dele, porque a coisa ficou realmente muito feia.
Em outubro a coisa aqui em casa foi tensa. Meu vô ficou mais de 20 dias no hospital. Minha mãe que teve que segurar todas as pontas: eu e minha EM, minha irmã e sua deficiência e esquizofrenia, minha vó com 1/4 de coração e 80 anos e meu vô que não conseguia nem falar no hospital. Massa né? Mas pelo menos uma boa notícia: minha RM estava lindérrima. É hora de ficar boa né? hehehehe
Novembro foi mais um mês muito doido, com viagem pra ONG Brasil, com Dia Municipal da EM, final de semestre na faculdade e com aula da auto-escola porque eu resolvi voltar a dirigir.
E dezembro foi a correria louca que sempre é dezembro: compra presente, compra ceia de natal, fecha ano, se desespera porque a pesquisa não tá andando como você gostaria...essas coisas... Mas também teve a ótima evolução do meu avô, que saiu da cadeira de rodas pro andador e agora está só com uma muleta... impressionante!
Claro que aconteceram muito mais coisas na minha vida nesse ano. Teve os congressos acadêmicos, teve as disciplinas do doutorado, as aulas que eu dei, os botecos que eu fui, os sorvetes que eu tomei, as risadas que eu compartilhei, os emails que eu respondi, os livros que eu li, os filmes que eu vi, os diários que escrevi, as preocupações, angústias e medos. E teve todas as milhas que eu fiz indo pra São Paulo pra namorar... nunca voei tanto na vida. Além de eu e o Jota estarmos mais felizes, a TAM e a GOL também agradecem nosso namoro né...hehehehe
Mas essa retrospectiva traz os momentos que podem ser revisitados por vocês nos textos do blog.
Ah, e os textos mais acessados do blog em 2013 foram:
1. http://esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2013/08/eu-apenas-queria-que-voce-soubesse.html
2. http://esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2013/02/a-arte-de-ser-uma-diva.html

Que bom, porque são meus dois textos preferidos do ano! Aliás, dando uma olhada nos textos do ano acho que 2013 foi um ano muito bom, gostei de quase todos os textos que reli. Me puxei hein... heheheh.
E todos esses momentos foram compartilhados com vocês e vividos com pessoas muito especiais. Foi muito bom compartilhar os sorrisos com vocês meus amigos. E também foi muito importante tê-los por perto quando os sorrisos se esconderam. Estar com vocês me faz muito feliz.
Desejo muita felicidade pra todos nós em 2014!
Espero também que 2014 seja um pouco mais tranquilo, porque 2013 correu num ritmo acelerado. Foram coisas demais acontecendo prum ano só, não acham? Mas se 2014 quiser me surpreender com tantas coisas como 2013, pode vir que eu tô preparada e tenho as melhores companhias do mundo pra me ajudar.
Ah, tem uma musiquinha que eu tenho cantarolado o ano inteiro e quero compartilhar com vocês, assim como quero compartilhar os rostinhos de quem me faz feliz.
Afinal, o que me faz feliz é estar junto das pessoas que eu amo. E eu feliz, o que faço? Sou uma pessoa melhor, sorrio mais, canto mais, produzo mais, escrevo mais, falo mais (se é que isso é possível), cozinho mais, viajo mais... só não caminho mais porque, vocês sabem, eu sou muito mais agradável sentada ;)
Sou e estou muito feliz! Obrigada a todos que estiveram na minha vida em 2013. Que possamos estar mais tempo juntos no ano que vai começar!

video


p.s.: e que eu consiga terminar o texto de qualificação da minha tese antes do final do primeiro semestre. Amém! heheheheheh






27 comentários:

  1. Minha querida,um feliz e santo Natal pra vc e sua família e que o Ano Novo seja repleto de realiazações e muita saúde.Bjos e saudades,Zildelena.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo de bom pra vc também Zildelena! Muita saúde!
      Bjsss

      Excluir
  2. Bruna, um 2014 incrível para você! Bjs, Ágatha

    ResponderExcluir
  3. Bruna sua retrospectiva quase empata com a minha neste ano difícil que não vejo a hora de acabar...Mas a vida é assim Temos "picos e vales..." Vc me confortou em horas difícies e me deu esperanças de que turbulencias e EM andam juntas e que passam...Obrigada Bruna! Sua vida é um ato de fé! Irene

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelas palavras Irene! E pela companhia virtual também!
      Que em 2014 possamos contar, uma a outra, só coisas boas!
      Bjs

      Excluir
  4. :) Ai, você me faz feliz... muito feliz, meu amor... Feliz Natal e Feliz Ano Novo... Logo, logo estou chegando para me agregar às pessoas amadas... Obrigado por me deixar fazer parte de 2013 e por ser um bálsamo num ano estranho, difícil, mas muito feliz, principalmente por ter te conhecido pessoalmente, por ter podido me relacionar com você, te amar... Ter me dado a oportunidade de conhecer outras pessoas com esclerose, ter conhecido amigos incríveis, ter conhecido o Gustavo e a AME, ter compartilhado os momentos com meus amigos em casa até as 4h da manhã quando não conseguia sair, ter aguentado os meus dramas e desesperos, com a pesquisa, com a doença, enfim por você existir e por me fazer tão feliz! Te amo!
    Jota

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é só o primeiro de muitos natais e viradas de ano que passaremos juntos meu amor! Você foi meu presente não só de 2013, mas da vida! Você me faz feliz demais! Te amo! Bjs

      Excluir
  5. Lindo Bruna!
    Verdadeira lição de incentivo para nós. Eu, uma mulher com quase 53 anos, aprendendo com uma linda menina como vc com 27 anos. Sou grata por isso.
    Que a felicidade ande lado a lado com vc, sua família, seu amor...
    bjs e obrigada por td que compartilha conosco. 2014, certamente, será só de alegrias e realizações para vc.
    Ma. Roseli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Roseli! Muito amor, paz e saúde aí pra vc e pra quem vc ama!
      Bjs

      Excluir
  6. Que ano heim minha amiga?!?!
    Linda retrospectiva!
    E eu agradeço por fazer parte dela, com direito a foto e tudo, já que neste ano tive a grande alegria de te conhecer pessoalmente, te abraçar. Também conheci tua mãe e o teu amor.
    Feliz Natal pra ti e pra todos a quem amas e que 2014 seja muito, mas muito feliz!
    Beijinhos,
    Neyra.

    Feliz Natal e Ano Novo para todos vocês, meus queridos, que comentam nesse blog tão lindo... o blog da Bruna!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neyra, nossa companheira, que você tenha um final de ano repleto de boas emoções e que o ano de 2014 seja completamente recheado de energia, paz, harmonia e amor! Felicidades, amiga!

      Excluir
    2. Faltou a Marlene nas fotos né Neyra? Fiquei muuuuito feliz em poder ganhar teu abraço em 2013, porque a tua amizade eu já tinha...ehhehehe
      Que em 2014 possamos estar cada vez mais unidas. E sorrir mais também!
      Obrigada pela tua companhia! Bjaaum

      Excluir
    3. Oi Bruna, oi Marlene!
      Desculpem a ausência, mas o computador resolveu dar piti no domingo. Fiquei isolada do mundo na virada do ano... pooode?!?!
      Meu irmão conseguiu resolver o problema, hoje... affff!

      Obrigada Marlene pelo teu carinho! Desejo o mesmo, em dobro, pra ti e tua família! Amei o "amiga"! Que alegria ganhar mais uma amiga! Já tenho muito carinho por ti, pela sensibilidade e ternura que emanam das tuas palavras, nos teus comentário aqui neste blog.

      Bruna realmente faltou a Marlene naquelas fotos!
      Obrigada lindinha, mas eu é que agradeço a tua companhia e agradeço a Deus pela tua amizade! Tu és uma amiga muito querida, muito especial!

      Beijinhos,
      Neyra.

      PS.: Que em 2014 as pesquisas sobre a EM avancem muito mais ainda! Quem sabe... a cura?!!!!!

      Excluir
  7. Eta aninho agitado né? Mas, fala a verdade, cada momento valeu a pena. E depois veio o Jota que compensou tudo, fala sério! Bem Bruna, minha querida, espero que 2014 também seja agitado, mas só com coisas boas, muita saúde pra vc sair por aí propagando a sua felicidade e seus projetos. O importante é que - quase ninguém percebeu - você está feliz e isso se transmuta em saúde plena e vitalidade a mil! Seja feliz em 2014, minha doutora. Isso é uma ordem. Obedeça!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ordem de mãezoca eu tenho obrigação de obedecer! heheheheh
      Bom, e já que nem deu pra perceber que eu tô feliz (hihihi), vou ter que me esforçar mais em 2014...
      Muito amor, saúde e paz aí.
      Bjaaaum!!!

      Excluir
  8. Oi Bruna, fico feliz que no meio de tanta complicação que aconteceu em sua vida este ano, você conseguiu manter o otimismo, apaixonar-se e ter um feliz 2013! Feliz Natal e próspero ano novo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lorena! Um próspero 2014 pra vc tb...cheio de otimismo! Bjs

      Excluir
  9. http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2013/12/1390651-nando-bolognesi-revela-como-mantem-o-otimismo-apos-ter-esclerose-multipla.shtml

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela indicação...já postei na página que o blog tem no face. adorei!
      Bjs

      Excluir
  10. Oi Bruna, tudo bem? Já tem um certo tempo que acompanho seu blog (desde maio de 2012, quando começou meu calvário) e, infelizmente mas não inesperadamente, fui diagnosticado em outubro agora. Pra complicar, acabei de ser transferido de cidade, então acabou que ainda não comecei tratamento nenhum. Na verdade, nem neuro tenho ainda aqui na nova cidade. Nesse tempo todo que passou (maio/12 a out/13) fiz minhas pesquisas, enfim, pra poder decidir qual o melhor caminho a tomar. Eu só gostaria de fazer uma observação, sobre algo que vc comentou aí num post passado. Você falou que num encontro aí um esclerosado, ex-adepto do tratamento da vitamina, falou que o tratamento era placebo e charlatanismo. Bom, não estou defendendo ou atacando o tal tratamento, apenas fazendo uma observação. Nas minhas perambuladas pela web caí no shift.ms, que nada mais é que uma rede social de esclerosados do mundo inteiro, mas principalmente ingleses. Pelo que li nos posts lá (e já tem tempo que acompanho), um ou outro faz o tratamento com altas doses de vit D mas a grande maioria (80-90%) faz algum tipo de suplementação de vit D (2 mil a 10 mil UI) POR RECOMENDAÇÃO do neuro. Vc não acha estranho que lá na gringa isso seja uma prática complementar e, aqui no Brasil, os médicos nem querem ouvir falar disso? Os neuros brasileiros sabem de alguma coisa que os ingleses não sabem? Ou seria o contrário? Enfim, outra coisa que tem me chamado a atenção: o número de pessoas que se beneficiaram com o tal tratamento, ao passo que quem toma os ditos convencionais (copaxone, rebif, avonex, etc etc etc) só piora com o passar dos anos (mais lentamente, mas piora). Isso seria um lobby da maquiavélica e bilionária indústria da...Vitamina D? Acho difícil. Cara, eu nem imagino o que pode ser discutido nas reuniões de alta cúpula das grandes farmacêuticas, mas uma coisa eu posso garantir, com toda a certeza: a cura e bem estar dos pacientes, nem fud**** vem acima da garantia dos lucros exorbitantes. Um colega meu comentou comigo certa vez: ele fez MBA na FGV e na primeira aula o professor convidou a todos a se apresentarem, pois era uma turma miscigenada (engenheiros, administradores, economistas, etc) e no meio dessa galera tinha um vendedor de uma farmacêutica. Sabe o que ele falou? Que ELE (vendedor) é que orientava os médicos a receitar tal remédio em caso desse ou daquele sintoma (já viu o filme Amor e outras drogas? Então, daquele naipe, mas de verdade). Nada me tira da cabeça que a cura da AIDS já existe, mas que não veio a publico por lobby das farmacêuticas, que querem continuar faturando alto com o coquetel. Enfim, já me alonguei demais. rs. Grande abraço, sucesso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá anônimo... bom, são muitas coisas a comentar do teu comentário.
      Primeiro que lamento o teu diagnóstico. Nunca é bom ter um diagnóstico desses. Torço para que consigas fazer as adaptações necessárias da forma mais leve e alegre possível.
      Segundo, já que tiveste o diagnóstico, é bom procurar um bom neuro pra te acompanhar logo.
      Sobre a vitamina D, acho que estás um pouco desinformado. Quase todos os neurologistas que eu conheço pedem a dosagem de vitamina D para seus pacientes e, para quem precisa, eles dão a suplementação. Segundo pesquisas, já foi comprovado que quem tem EM não metaboliza a vit D de forma diferente das outras pessoas, mas como pegamos pouco sol, absorvemos pouco e por isso quase sempre é necessário tomar uma suplementação. Eu tomo 6 gotinhas de vit D todos os dias. O tratamento que a gente comenta ser placebo é um tratamento de altas doses de vitamina D dado por um certo médico aqui no Brasil. Se quiseres saber a minha opinião sobre isso, leia esse post: http://esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2012/04/minha-escolha.html
      Sobre esse pensamento sobre a indústria farmacêutica, ela é feita por pessoas, que podem ser boas ou ruins. Eu tenho amigos cientistas pesquisadores da indústria farmacêutica e dou graças a deus aos investimentos que essa indústria faz. Claro que existem pessoas corruptas nesse meio, como esse seu amigo aí... mas nem todos o são.
      Ninguém dedica 10, 20 anos da sua vida num laboratório para deixar uma descoberta escondida.
      Fora o fato de que vender uma cura daria muito, mas muuuito mais lucro do que manter a doença.
      Mas eu não gosto de discutir essas teorias da conspiração não, principalmente com pessoas que não se identificam para eu poder entender daonde vem esse pensamento.
      Eu tenho esse pensamento porque sei como funciona a cabeça de um pesquisador. A gente não pesquisa pra si nem por dinheiro. Por dinheiro a gente faria outra coisa. Gente ruim existe em qualquer lugar. Mas eu prefiro acreditar nas boas, que eu sei que existem.
      E sobre os tratamentos convencionais não funcionarem, é outra informação que te passaram errada. Eu sou prova viva de que a medicação funciona. Eu e milhares de amigos meus.
      Eu, que convivo com a doença há praticamente 14 anos, que leio pesquisas e vejo a evolução desses anos, posso te dizer que muita coisa mudou pra muito melhor. E que eu só conheço pessoas que estão trabalhando, muitas vezes perdendo sua vida, dedicando seus momentos de lazer com a família à pesquisa da EM.
      Claro que é muita informação pra você em pouco tempo... mas dá uma olhada melhor nas pesquisas, entra no MSIF e no ECTRIMS, onde estão as pesquisas mais recentes que tu vais começar a entender melhor esse mundo que estás entrando.
      Ah, e se vale um conselho: não acredita em tudo que te dizem não. Nem mesmo em mim... hehehehe
      Abraço

      Excluir
    2. Ola Bruna!!acompanho o seu blog alguns dia achei em uma pesquisa na we fui diagnosticada com EM faz 6 meses fiquei internada e talz,os medicos queriam q eu tomasse interferon..mas ja tomo um monteee de remedio pq tenho lupus a 8 anos e eu nao queria ja comeca a toma essa droga boa rsrs entao comecei a me tratar com outro neuro ele achou melhor ainda eu nao tomar esse remedio mas nao descartou a ipotese d tomar ele algum dia e comecei a tomar vitamina D bom em quantidades altissima em questao d um mes ja estava bem melhor...pois parei d andar nao sentia mais meu corpo etc...mad comecei tomar depois do pulso quando recebi alta....olha se for verdad q ela ajuda otimo se for soh placebo otimo tbm oq importa q ela me ajudouu vivaaa !!!! Rsrs voltei a toma banho sozinha e senti a agua caindo voltei a comer sozinha..enfin ainda nao caiu a ficha q tenho otra doenca estou com depressao e achei legal participar deste blog para eu encontrat forca pra continuar a viver!!!!bjj Bruna sou pam 23anos aprendendo a viver com EM desd 2013 rssrs.

      Excluir
  11. Olá Bruna: Que 2014 venha com muita saúde e equilíbrio prá todos nós.
    Que saibamos transformar as dificuldades em oportunidades para nos melhorarmos. Acho louvável tua iniciativa desse blog. Com certeza, tens nos ajudado muito. Obrigada. Beijos a todos, Beti

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Beti! Muita paz e saúde pra ti também!
      Bjs

      Excluir

Ajude a construir esse blog, deixe aqui seu comentário, dúvida, críticas e elogios.