quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Objeto de pesquisa

Oi queridos, tudo bem?
Como vocês sabem, eu vivo envolvida com pesquisas. As minhas, as dos outros... e hoje eu fui ser pesquisada ali no Clínicas. Não, ninguém invadiu a sala pra me salvar como fizeram com os beagles, mas eu não sou tão fofa né...ehehehhehe
Brincadeiras à parte, assim como eu sofro as vezes que preciso achar pessoas pra entrevistar nas minhas pesquisas, sempre que posso ajudar alguém que está no mesmo apuro que eu, eu ajudo. Toda e qualquer pesquisa visa trazer benefícios pra toda a sociedade, e quando a pesquisa é pra beneficiar as pessoas com EM, aí sim, tô mais dentro ainda.
Então, a doutoranda em medicina Rosane Soares, sob orientação do prof. Paulo Dornelles Picon está realizando uma pesquisa sobre qualidade de vida na esclerose múltipla. Pra participar é fácil, o paciente precisa:
- utilizar medicamento dispensado pela Secretaria da Saúde: Copaxone, Rebiff, Avonex, Betaferon, Tysabri ou azatioprina.
- ter em mãos um atestado do médico neurologista constando o seu EDSS (Escala Expandida de Estado de Incapacidade), e tipo de EM que tem (surto-remissão, secundariamente progressiva).
Aí, é só mandar um email para pesqesclerosemultipla@gmail.com e dizer que está disposto a participar. Já mande o telefone no email que o pessoal da pesquisa liga pra você pra marcar o melhor horário pra você ir até o segundo andar do Hospital de Clínicas de Porto Alegre pra responder alguns questionários.
Eu fui hoje de tarde ali fazer. Além de ser rápido e indolor, quem aplica os questionários é a querida da Priscila, que é bolsista da pesquisa e surpreende pela dedicação ao projeto e pela simpatia. Se você for menos tagarela que eu, vai ser mais rápido...porque sabe né, eu falo pelos cotovelos, e ela escuta com atenção e interesse...aí juntou a fome com a vontade de comer...hehehehe.
Não precisa se preocupar que ninguém vai saber que você respondeu as questões, não vai o nome em publicação nenhuma e só quem saberá que você é você é a Priscila mesmo. E o resultado da pesquisa vai servir para todos nós.
Elas ainda precisam de umas 25 pessoas. Vai lá gente! Juro que vocês vão gostar!
Até mais!
Bjs

8 comentários:

  1. Fala como tagarela com os outros, mas comigo...sniff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aaaaaah não! Ciuminho mãezinha? heheheeh Te amo! Bjs

      Excluir
  2. Fico feliz em ver o interesse que os pesquisadores têm pela EM. Todas essas pesquisas são de fundamental importância. Espero que surjam muitos resultados positivos com essa pesquisa =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também Ju! Por isso que sempre que dá, participo!
      Bjs

      Excluir
  3. Participei da pesquisa na quarta-feira, dia 23/10! Enquanto eu respondia aos questionários, ouvia o barulho da chuva começando a cair no final da tarde em Porto Alegre! Quando terminei, eram 18h e ao chegar no saguão do HCPA encontrei-o lotado de pessoas aguardando por um táxi! Eu, sem guarda-chuva, saí a esmo, com as algumas ruas alagadas, até lembrar de ligar pra Tati para que me buscasse! Depois de uma meia hora aguardando em uma cobertura de parada de ônibus da Rua Jerônimo de Ornelas e muitos, mas muitos, raios e trovoadas, fui resgatado e consegui chegar em casa são e salvo! E valeu a pena. Respondi à pesquisa e espero ajudar na compreensão e avaliação da qualidade de vida do paciente com EM.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolheu o dia a dedo pra ir responder né? Hehehehehe
      Porque não me ligou? Podia ficar esperando a Tati aqui em casa né, tomando um café...heehhehe
      Bjs

      Excluir
  4. Adoraria participar da pesquisa.
    Penso que todos nós podemos contribuir muito nessas pesquisas, pois cada um de nós tem uma experiência, uma convivência diferente com a EM, para relatar.
    Eu demoraria muito e alugaria os ouvidos e a paciência da Priscila, porque sou muuuuuuito tagarela. kkkkk...
    Mas estou fora porque não tomo nenhum dos medicamentos exigidos. Buááá!
    Mas tudo bem... fica para uma próxima!
    Beijinhos,
    Neyra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não se preocupe Neyrinha, já já descolo uma pra tu poder responder tb! heheheheh
      Bjaum

      Excluir

Ajude a construir esse blog, deixe aqui seu comentário, dúvida, críticas e elogios.