domingo, 11 de agosto de 2013

Dia dos Pais com EM

Oi gentes, tudo bem?
Antes de qualquer coisa, Feliz Dia dos Pais!
Bom, e pra comemorar esse Dia dos Pais, eu queria escrever sobre papais com EM. Papais que resolveram ter seus filhos depois do diagnóstico. Papais que não se micharam pra doença e falaram "eu vou ser pai" e a EM vai ser coadjuvante nesse negócio.
Admiro muito vocês, meus queridos amigos que encararam o desafio da paternidade e o exercem de forma exemplar. E pra homenagear todos os papais, trago a história, contada por eles mesmos, de dois papais esclerosados que eu gosto muito, admiro e acompanho o crescimento das filhotas (aliás, essas meninas estão crescendo muito rápido)!
Leiam, conheçam esses homens maravilhosos e se emocionem também!

Papai Tiago e Letícia

Há 4 anos sei que tenho esclerose múltipla – EM e há 10 meses sou pai.
Existem coisas que dificilmente eu faria 10 meses atrás, antes de a Letícia aparecer por aí. Com a sua fragilidade e dependência, com o seu sorriso desdentado e um amor recíproco e retribuído, jamais pensei em trocar fraldas, dar banho em bebê, ou coisas que o valha.
Mas o fato da EM estar sempre presente nesses 10 meses não me impediram de fazer nenhuma dessas coisas: de dar amparo à Letícia quando ela precisou nas madrugadas, de acordar cedinho e a ver sorrindo, louca por um mamá, de a abraçar e a beijar sem esperar resposta, embora ela aconteça!
Como todo esclerosado e peru, sofro de véspera! Sempre pensava (penso) em alguma limitação da EM que me impedisse (impeça) de aproveitar o meu tempo com ela. Até agora tenho conseguido exercer as minhas atribuições de pai com desenvoltura e como a licença-paternidade é curta, estabeleceu-se que o banho era minha tarefa, possibilitando que assim eu passasse mais tempo com ela.
Além disso, a volta pra casa depois de um dia fora é cheia de expectativa, justamente porque é o tempo de, com suas brincadeiras e gargalhadas, recobrar energias. Não há nada melhor do que chegar cansado em casa depois do que quer que seja – trabalho, diversão – e ver que existe uma figurinha de olho na porta para ver quem a está abrindo. E percebendo que se trata da figura do PAI, ela abre um sorriso e, como espinafre para o Popeye, te dá forças para continuar. Como o marqueteiro antecipou, não tem preço.
Ser pai, portanto, é um barato. Ser pai com EM, então, só é um barato diferente: com pulsoterapias e injeções!
Bjs,
Tiago

Papai Felipe e Laurinha
Pois é a vida é mesmo assim quando menos esperamos, ela nos prega uma peça...
A “EM” surgi-o em um instante quando ninguém estava esperando, a vida é mesmo assim...
Em um belo dia acordamos, e estamos grávidos quase como a “EM”...
A vida é mesmo assim ela nos testa o tempo inteiro, e cabe a nós conseguir separar os momentos felizes dos nem tanto felizes. Por exemplo, hoje é dia dos pais em porto alegre 11/08/2013 e amanha temos uma “Pulso” marcada para ser realizada, mas nem o amargor dela vai impedir a felicidade deste dia, nem a incerteza  do acordar e estar tonto completamente poderá evitar a existência da felicidade em um sorriso e as palavras “papai eu te amo”...
Ser pai com ou sem “EM” tem que ser igual, o amor que existe nas pessoas não pode ser suprimido por pontos de infelicidade e incertezas.
Quando descobrimos a companhia da “EM” em nossas vidas vivíamos ela intensamente, um ano após nossas vidas foram homenageadas com a chegada com a chagada de nossa filha e a “EM”, se tornou momentos exatamente como ela deve ser momentos e não tudo.
Felipe Magalhães, pai da Laura (2 anos)
EM desde 2010

Feliz Dia dos Pais a todos os papais esclerosados, não esclerosados, de esclerosados!
Beijos!

15 comentários:

  1. Parabéns Tiago e Felipe!
    Beijinhos para as princesinhas lindas: Letícia e Laurinha!

    Que post maravilhoso Bruninha!!!
    Estou emocionada!
    A gente sempre pensa nas mães com EM e esquecemos dos pais com EM.
    Homens com EM que se tornaram pais... Pais que se tornaram portadores de EM... E Pais que tiveram seus filhos diagonsticados com EM...
    A vocês o meu carinho e admiração.
    FELIZ DIA DOS PAIS!!!

    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem pais que valem por mães e mães que valem por pais. Não podemos esquecer deles nunca!
      Bjs

      Excluir
    2. Tens razão querida!
      Beijos grandes "Pães" de todo o mundo!

      Beijinhos amiguinha ♥

      Excluir
  2. FELIZ DIA DOS PAIS A TODOS OS PAIS ESCLEROSADOS OU NÃO.BJOS PARA O MEU PAIZÃO E MEU MARIDO QUE É PAPAI TAMBÉM DA LINDA BÁRBARA,ZILDELENA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bjs pra esses papais da tua vida Zildelena!

      Excluir
  3. Muito legal esse post... feliz dia dos pais a todos, mesmo que atrasado, a todos os pais, os esclerosados, os sem EM, os pais de esclerosados ( tem que agradecer mto pelo apoio do meu pai).
    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deu meu abraço no teu pai ontem né?
      Bjo

      Excluir
  4. É isso aí, Felipe e Tiago. Feliz dia dos pais aos dois.
    Muita garra, fé e foco.
    Nunca desistam de enfrentar essa EM com muita fé.
    Pode ser difícil, mas NADA é impossível, então, vamos lá. Caminhando para frente e enfrentando todos os obstáculos, pulsoterapias e qualquer coisa que possa dificultar o dia-a-dia de vocês.

    ResponderExcluir
  5. Muito legal o post. É muito rico poder conhecer a história desses pais.
    Descobri minha EM em dez/2012 depois de uns surtos complicados envolvendo a perda da visão esquerda e falta de equilíbrio. Assimilar que eu tinha uma doença incurável não foi fácil, assim como imagino que não tenha sido pra todos. Nesse processo de aceitação a minha esposa ficou grávida e eu que já sou ansioso por natureza me enchi de dúvidas e questionamentos. Como alguém pode ser um bom pai tendo as limitações que a EM impõe?
    Lembro de uma das primeiras ecos e a sensação surreal de ouvir o coração dela batendo. O médico tinha certa dificuldade pq ela não parava quieta, então ele falou: “é, com a Rafaela quando você menos espera já é passado, penso que ela está numa posição e ela já mudou pra outra”. Aquilo me marcou e eu pensei “nem nasceu e já tá me ensinando valiosas lições” E foi bem isso que ela tem feito em minha vida. Veio pra marcar uma nova época pra que eu consiga deixar no passado a EM. OK, eu sei que ela ficará sempre comigo, mas não é mais o foco principal da minha vida. Sim, eu tenho medo da EM e do que ela pode fazer comigo no futuro, mas sei que agora tenho mais forças pra lutar contra ela, pois tem um ser que dependerá totalmente de mim. A Rafa vem ao mundo dia 23/09 e estamos contando os minutos para tê-la entre nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, Thiago! A Letícia é de 12/09 e as impressões que tu tiveste são praticamente as mesmas que eu tive. Nunca deixei de fazer e conquistar aquilo que queria! E não vai ser a esclerose múltipla que vai me impedir! Ouvi um negócio legal esses dias num vídeo que tem na net sobre EM e um português dizendo mais ou menos assim: "não sou eu que tenho EM. É a EM que me tem com ela e eu vou fazer de tudo para impedir que ela tenha sucesso!" Boa hora pra vocês!

      Excluir
    2. Thiago Homero, ano que vem quero ver história e fotinho tua aqui, combinado?
      Tudo de bom pra vcs!
      Bjs

      Excluir
  6. Pessoal: Gostei dos relatos de vocês todos pois são muito similares aos que eu escreveria se fosse solicitado a escrever sobre ser pai com EM. Assim como vocês sou ou pai "esclerosado" e minha filha nasceu alguns meses antes de eu ter o diagnóstico e lá se vão 10 anos...Posso dizer que minha vida nesses 10 anos deu muitas voltas, algumas para melhor e outras não, mas o importante, para mim, é que eu tento participar ao máximo das atividades de minha filhota, claro que com algumas restrições, mas não deixo de acompanha-la.
    Feliz dia dos Pais (atrasado).
    Marcelo Mazuco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por contar pra gente a tua experiência Marcelo. Ano que vem um textinho aqui pro blog?
      Bjs

      Excluir
    2. Quem sabe né Bruninha...Dependo da inspiração, pois vontade tenho de sobra...Tenho uns presentes para vc, temos que combinar para levar pra ti, hein??
      Bjos

      Marcelo

      Excluir
  7. Oi Bruna, me chamo Alyne e sou a namorada do Bruno!
    Achei bem legal seu blog, bem interessante mesmo!
    E gostaria de te dizer que eu e ele estamos muito bem! Ah e muito obrigada pela a sua ajuda! Acho q foi vc q incentivou ele á vir falar comigo!
    Beijos amiga

    ResponderExcluir

Ajude a construir esse blog, deixe aqui seu comentário, dúvida, críticas e elogios.