quinta-feira, 13 de maio de 2010

Auto Estima

Oi amigos, blz?
Depois de divulgar o Dia Mundial da EM, recebi um email de uma ação que está sendo feita no Brasil referente a essa data: O Dia da Auto Estima, realização da Mkt One e Orange Media Design, com apoio do Laboratório Teva, o fabricante da medicação Copaxone, utilizada para EM.
Bueno, para promover o Dia da Auto Estima foi feito um site (http://www.diadaautoestima.com.br) nos moldes da campanha mundial da MSIF, sendo que, se você escrever uma frase com até 256 caracteres, concorre a um dia de beleza (barba, cabelo e bigode...hehehe). Assim como no site da MSIF, você pode deixar um depoimento escrito ou em vídeo, ou uma foto (ou todos) sobre como é viver com EM.
Achei interessante eles tratarem o Dia Mundial da EM como o Dia da Auto Estima, afinal, auto estima é super importante para nossa recuperação. E cá pra nós, pra vida de todo mundo né.
Claro, a campanha está dando um dia de beleza, e acho isso ótimo. Afinal, nosso humor muda com uma ajeitadinha nos cabelos e unhas bem feitinhas né. Entretanto, acho que auto estima não é só isso.
Auto estima é muito mais uma questão interior que exterior. Você pode estar lindérrima (o) por fora, e tua auto estima baixíssima. Afinal, auto estima é o que você acha de você mesmo e não o que os outros acham de você.
Não sentir vergonha de quem você é, fazer o que você acha certo, correr atrás da sua felicidade: isso traz auto estima.
Olhar pro espelho e se ver linda é ótimo. Mas olhar pra dentro de si e sentir-se satisfeita consigo mesmo, isso sim é auto estima alta.
Se beleza física fosse sinônimo de auto estima, Marilyn Monroe estaria viva.
Longe de mim falar mal de se arrumar. Pelo contrário. Acho ótimo. Mas não nos esqueçamos da nossa essência: a beleza da nossa alma.
Respondendo a pergunta da campanha: auto estima pra mim é sentir-me satisfeita comigo mesmo todos os dias, em todos os sentidos.
Ah, e quero parabenizar os criadores da logo do Dia da Auto Estima: adorei a borboletinha. Aliás, se quando lagarta a borboleta desistisse de viver, nunca sentiria o gosto de bater as asas e embelezar os jardins.
Até mais!
Bjs

3 comentários:

  1. Daniel A de Sousa27 de maio de 2010 10:58

    Daniel,e acreditar na vida,eenteder que exite um porque,para esse proposito,e recebe lo como se deve,c amor e paciencia et...

    ResponderExcluir
  2. Muitas vezes juntei os cacos quebrados no chão,
    e colei... mas por ironia do destino depois dos
    cacos colados acabava me dando um novo surto e nessas idas e vindas, minha alma encontrou o meu Criador, ai criei perpectivas novas e o Pai é
    tão generoso que permitiu que eu fique sentada.
    Obrigado Senhor !!! bjs Solange Holme.

    ResponderExcluir
  3. Aprender a juntar os cacos é uma especialidade de esclerosado né? Ainda bem que a gente consegue juntar tudinho tudinho.
    Bjs

    ResponderExcluir

Ajude a construir esse blog, deixe aqui seu comentário, dúvida, críticas e elogios.