sexta-feira, 25 de julho de 2014

All you need is love


Oi queridos, tudo bem com vocês?
Eu sei, tô devendo... mas é que viver é sempre dever pra alguém né? eheheheh
A verdade é que eu decidi (sei lá quando na vida), que eu nunca vou ficar me devendo: nem descanso, nem lazer, nem horas de sono, nem diversão.
E, por conta disso e das obrigações (que eu também não fico devendo porque meu senso de responsabilidade é muito alto), acabei não conseguindo escrever essa semana.
Mas só tem tido coisa boa ocupando minhas horas: reforma da casa (que tá ficando liiiiiinda e que eu mostro pra vocês quando estiver pronto), apresentação do projeto de tese (é terça de manhã...quem não for ver, acende vela), consulta com neuro, exames novos (hoje faço uma eletronistagmografia e depois conto pra vocês), projetos novos aprovados (mais trabalho) e o noivado.
Siiiim! Estamos noivos! Agora com aliança na mão.
Já disse pro Jota e pra quem quiser ouvir, sinto-me casada com ele desde aquele 20 de junho, em que me atirei sem cordas, de olhos fechados porque sabia que era amor. Mas é legal essas sacralizações das coisas. Não sou muito de rituais, mas alguns eu faço questão.
Foi muito legal reunir a família na sala, agradecer todo mundo que está com a gente e trocar as alianças na presença de quem mais importa nas nossas vidas.
E como alegria a gente compartilha, olhem só que lindo:

Ah, e muito obrigada a todos os amigos que, via facebook curtiram e compartilharam esse momento. Ver mais de 200 curtidas e mais de 100 comentários só nos faz acreditar que tem muita gente legal torcendo pela nossa felicidade!
Uma coisa curiosa é que, respondendo a uma entrevista de uma revista de saúde (aguardem, logo nas bancas), comentei que meu noivo tem EM também. Na hora o rumo da entrevista deu uma desviada, porque é interessante isso de um casal esclerosado...
O que eu acho estranho é as pessoas perguntarem: então, como é namorar um esclerosado? Ninguém pergunta como é encontrar o amor da sua vida, ou como é namorar à distância, afinal, ficamos um ano inteiro namorando em ponte aérea. Eu sempre respondo que eu não namoro a esclerose dele e que, se pudesse, faria nenhum de nós dois termos mais EM. Não ter EM não faria que nós nos separássemos, porque o que nos une não é a esclerose, mas o amor.
Ai, como eu tô fofa! hehehehehe
Mais uma coisa legal: recebi 5 comentários de casais esclerosados, como eu e o Jota. Quem quiser contar aí a sua história de amor esclerosado, por favor, conta aí nos comentários que vamos adorar conhecer e fazer óóóóóóiiiinnnn com a sua história de amor!!!
Agora entro em concentração e contagem regressiva pra qualificação da tese.
Até mais!
Bjs

24 comentários:

  1. Bruna, adorei ver as fotos de vocês: você, Jota, minha prima Leda(que eu já estava sentindo falta dos contatos dela. Ela estava em Porto Alegre com você e sua mãe?) . Muito lindo o amor de vocês. Parabéns! Não conheço você e Jota pessoalmente mas se depender de minha torcida vai ser um show a vida dos dois.
    Agora me explique o que é esse exame eletronistagmografia?
    Gostaria de saber o nome da revista de saúde que você deu a entrevista? Vou tentar comprar aqui no Rio. Mande fotos do apartamento. Quero curtir com vocês esse "ninho" de amor eheheheheheh Beijos Terezinha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Terezinha! Espero em breve conhecê-la!
      Pode deixar que logo eu coloco as fotos do antes e depois do apartamento. Tá ficando liiiindo!
      A revista sai só em outubro, mas eu mando uma pra vc!
      Bjs

      Excluir
  2. Olá Bruna! Parabéns pelo noivado. Que as bênçãos de Deus sejam presentes em vossas vidas. Eu não namoro um esclerosado, mas começamos a nos envolver e em seguida tive meu primeiro surto. Pensei que depois do diagnóstico eu iria ficar solteira, mas encontrei o amor de minha vida, um verdadeiro presente de Deus. Leo, esse é o nome dele, está comigo há exatos 11 meses aguentando a instabilidade do meu humor, minha fadiga e principalmente me fazendo superar tudo isso. Também moramos distantes cerca de 500 Km e no final do ano vou pedir remoção para poder ficar mais perto dele, quem sabe rola um noivado tb. Rsrs. Felicidades! !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Débora!
      E felicidades pra vc e pro Leo juntos!!!
      Vai me contando o desenrolar da história...adoro histórias de amor!
      Bjs

      Excluir
  3. Eu comecei o tratamento com injeçoes de copaxone 20 mg
    Sou do sexo masculino tenho uma filha de um ano e estou com 9 lesoes no cerebro e algumas outras e acho legal saber que o amor supera essa barreira EM

    ResponderExcluir
  4. Bruna e Jota,
    Parabéns pelo noivado! Tenho certeza de que este é apenas o início de um tempo de muito amor e alegria para vocês, que são "muito fofos". Com carinho, Maria Roseli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Roseli!!! Tua torcida é importante!
      Bjs

      Excluir
  5. ola Bruna , sou novo aqui , parabéns pelo noivado e fico feliz em ver tanta felicidade , a dois meses conhecia a mulher da minha vida portadora de EM a Jo , descobrir minha alma gêmea , nunca imaginei amar tanto alguém , e duas semanas ele teve um surto violento que a deixou paralisada e sem fala , tem movimentos limitados apenas no braço esquerdo , foi transferida para sp e agora esta no sara de la , só que como me ama muito preferiu se afastar não quer mais contato com ninguém para preservar os que ama , a filha que a acompanha , um anjo , disse que ela se recusa a qualquer contato , perdi meu chão e não sei mais como agir para tê-la de volta , ela acha que perderei a minha vida continuando ao lado dela , quando é justamente ao contrario perco se não ficar com ela , de qualquer forma sou novo também no mundo dos que tem EM e muito tenho a aprender , Felicidades a vc e ao seu noivo , sejam felizes juntos

    ResponderExcluir
  6. Olha, Maurício, hoje a Bruna está muito melhor que eu, e as vezes tenho essas coisas tbm. Falo pra ela: é tão injusto você tendo a mesma doença que eu e ainda tendo que me cuidar, etc. Mas logo que começo com isso ela vai logo tirando essas coisas da minha cabeça! Me mostra o quanto sou importante na vida dela o quanto minha presença é significativa. De fato não há formulas, talvez o mais importante seja mostrar qie estará perto. Há uma música do Topaz qie se diz "se for pra tudo der errado quero que seja com vc". Acho que é isso!

    ResponderExcluir
  7. O grande amor da minha vida estava condenado à morte (doença incurável e fatal) e passou a me tratar muito mal para que eu me afastasse dele e fosse viver a minha vida.
    Disse a ele: "Até parece que tu não me conheces. Não vou me afastar de ti... EU TE AMO!!!"
    E ficamos mais juntos do que nunca até que Deus o chamou. Eu ainda o amo e sei que um dia vamos nos reencontrar.
    Fui abençoada com um amor verdadeiro!
    E pelo jeito a Jo também! Maurício faz o que teu coração mandar! Beijo.

    Bruna e Jota, o amor de vocês é lindo e verdadeiro! Vocês serão muito felizes, porque estão lutando bravamente por essa benção, por esse amor!
    Existe entre vocês uma química, uma energia, uma cumplicidade ou sei lá o que, que parece ser muito antiga. É como se vocês já fossem "a Bru e o Jota" há muuuuito tempo.
    Beijos casal lindo, adoro vocês!
    Neyra.

    ALL WE NEED IS LOVE!!!

    ResponderExcluir
  8. Neyra . Obrigado pela atençao, lutarei pelo amor da jo , ate o meu fim

    ResponderExcluir
  9. Jaime obrigado pela atençao, como falei após o surto a jo foi para sp e eu continuo em Salvador , ate uns seis dias atrás nos falávamos ela com pouca mobilidade digitando , depois parou , cortou contato , se afastou de todos , so continuo falando com um anjo que é a filha dela , ela fala que morreu pra vida , e não quer mais ninguém passando por isso junto com ela, so que quero passar tudo isso ao lado dela eu a amo , por isso perdi o chão, meu desabafo aqui , desculpe a todos , foi tentar buscar abrigo em quem já passou por isso , não vou desistir ate o fim da minha vida

    ResponderExcluir
  10. Obrigada Neyra por compartilhar tua história de amor com a gente!
    Sabe Mauricio, ontem eu e o Jota lemos teu comentário juntos... e ficamos comovidos na hora. Ele foi mais rápido pra responder...mas, vamos lá...
    Eu fico muito puta quando ele faz o que disse, de se achar um atraso na minha vida ou mais um problema que eu não precisava. Já disse várias vezes pra ele que estou com ele porque o amo, e esclerose nenhuma vai fazer esse amor diminuir.
    Entendo o lado da Jo também, porque em alguns momentos a gente se acha um peso na vida de todo mundo. E as vezes a depressão não nos deixa ver que quem está do nosso lado está porque ama, e não por obrigação.
    Concordo com a Neyra, faz o que teu coração manda!
    O amor vence todas as barreiras... mas as vezes precisa de paciência, coragem e cuidado.
    Vocês vão conseguir!!!
    Ah, a música que o Jota falou é muito bonita, eu mandei pra ele no início do nosso namoro, porque é bem o que eu sinto:
    https://www.youtube.com/watch?v=pAEzsDaCk6A

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Esse clipe, essa música... de arrepiar Bruna!!!
    Bjs.

    ResponderExcluir
  12. Não tenho como agradecer a todos vcs pelo carinho e atenção, abraços obrigado por compartilharem suas histórias comigo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maurício, eu entro no blog toda semana, esse é um espaço que as pessoas falam a minha língua, a Bruna, o amor dela, o Jota dela, tudo é inspirador. Sei o que a sua Jo tá sentindo, eu descobri que tinha EM com 2 anos de casada e apesar de ter um anjo disfarçado de marido, um dia tive que perguntar: "Quando vc me escolheu eu não era esclerosada, isso muda pra você? Se você quiser o caminho tá aberto, abro mão da felicidade que vc me proporciona pra te ver feliz". Ele ficou bem bravo (rs...) e me disse uma coisinha lindinha, que nunca mais me deixou pensar nisso, ele falou assim: "Tudo o que você precisa é de defesa e não existe cuidado, barreira para o mal e bem maior que o amor. Seja lá como as pessoas são escolhidas para viverem juntas, eu fui escolhido porque posso ser a defesa que a EM impede.". Ai pronto, Maurício, o assunto acabou! (rs...) Seja forte e acredite no seu sentimento, vai dá tudo certo! Não é fácil mesmo, não, eu nunca tive um surto muuuuito grave, foram manifestações mais brandas, mas acabo de descobrir que o meu tratamento não está 100% eficiente, vou ter que mudar a medicação de 1 para 3 vezes na semana. Não sei como vou conseguir, mas tenho certeza que o amor é uma das fontes da força que preciso. Papai do céu, minha família e amigos, vocês aqui e que mais um caminho de possibilidades se abra. Abraços, Camila

      Excluir
    2. Obrigada Camila por compartilhar com a gente a tua história!
      Eu já estive dos dois lados: o lado de quem fala isso e o lado de quem ouve. Analisando agora vejo que tanto dum lado quanto do outro, é uma "bobagem" sem tamanho pensarmos nisso. Porque quando tem amor, nada é mais forte!
      Ah, e vai dar tudo certo aí com a medicação Camila. Pelo que disseste, está indo pro Rebif ou Betaferon, certo? Os efeitos colaterais não são diferentes do avonex não. Você vai tirar de letra!
      Bjs

      Excluir
    3. Obrigada você, Bruna, sempre, sempre! Tô indo pro Rebif, com um medo enorme de não dá conta de trabalhar, de cuidar da casa, de viver... rs... Mas, tem algo aqui dentro do coração que me dá força e ai sigo firme. Grande beijo. Camila

      Excluir
  13. Lindo Camila sua história é linda , obrigado pelo incentivo, nao vou desistir da jo , so me sinto um pouco perdido sem saber o que fazer.

    ResponderExcluir
  14. Gente, olhem que legal esse post lá de 2011, de quando eu nem imaginava encontrar o Jota: http://esclerosemultiplaeeu.blogspot.com.br/2011/01/gostar-de-pessoas.html?showComment=1407247481475#c4741684420011189042
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. oi Bruna , vi o seu outro post o do link acima , muito legal , olha acho que aqui é o único lugar onde posso desabafar , a uma semana não consigo mais contato com a filha da jo , perdi totalmente os contatos , ela deletou face , whatsapp e todos os outros meios de contatos que tinha , não sei mais nada sobre ela , o que so fez aumentar minha angustia e desespero , não me importo se ela tem EM , vou ama-la ate o fim da minha vida da forma que ela estiver , pensei em ir a são paulo onde estava internada mas a filha me passou o nome do hospital errado onde elas estavam , enfim, meu mundo desabou , não pela EM mas por não estar com ela e ter sido arrancado da vida dela de uma forma tão brusca , não vou desistir dela , não vejo mais graça em nada do que faço sem ela ,bom não sei o que fazer essa é a verdade , muito obrigado por me deixar usar seu espaço para esse desabafo. abraços a ti e ao jota

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É meu amigo, a coisa complicou. Quem sabe dá a ela esse tempo de se acostumar com a própria doença também. Não é um processo fácil. Se for pra ser, ninguém vai matar esse amor.
      Bjs

      Excluir
    2. só tenho a agradecer a atenção e a força que vcs me dão

      Excluir

Ajude a construir esse blog, deixe aqui seu comentário, dúvida, críticas e elogios.