sábado, 17 de março de 2012

Felicidade pouca é bobagem...

Oi queridos, tudo bem?
Eu estou sorrindo de orelha a orelha. Agora, podem me chamar de mestre, porque a defesa ontem foi um sucesso ;-)
Quero agradecer a todos vocês que me acompanharam nesse caminho, nesses dois anos de mestrado. Aliás, tem agradecimento especial aos leitores do blog, lá na dissertação. Quando estiver disponível online, posto o link aqui, praqueles que tiverem a paciência de ler...
A Esclerose Múltipla teve muita, mas muuuita influência na escolha do meu tema, que é a representação da pessoa com deficiência na mídia.
Sei que meu olhar crítico sobre as representações da pessoa com deficiência tem muito da minha experiência com a deficiência motora.
Escrevendo essa dissertação, aprendi muito sobre comunicação, muito sobre disability studies, muito sobre telenovela e mídia, mas, principalmente, aprendi muito sobre mim. Me enxergo em cada uma daquelas páginas escritas.
Eu sei que, pra muita gente, terminar um mestrado, é só mais uma etapa. Conheço gente que diria, inclusive, "grandes coisa".
Mas sabe que, para mim, é realmente uma grande coisa. Ontem, depois da apresentação, passei por um momento de rever minha trajetória, e, sem nenhuma falsa modéstia, posso dizer que me sinto orgulhosa por ter feito isso.
Porque, pôxa vida, não é fácil estudar e trabalhar com uma média de duas internações hospitalares por ano. E eu tenho certeza que, se eu tivesse atrasado o colégio, a faculdade, o mestrado, etc., ninguém me condenaria ou apontaria o dedo.
E ainda, teve o Avonex, que entrou na minha vida na metade do mestrado, mudando toda a minha rotina semanal pra fazer o tratamento. E deu certo!
No fim das contas, tudo é uma questão de organização (e vontade, é lógico). Porque, quando se tem uma doença, como a EM, que é tão imprevisível e tão presente no dia a dia, a gente tem que ter o mínimo de organização pra conseguir ter uma vida social (incluindo trabalho e lazer) e os períodos de descanso (porque vocês sabem, divas precisam de grandes períodos de descanso).
Depois que se aprende a lidar com essa danada da EM, vai ficando mais fácil, a gente sabe quando dizer sim ou não pra alguns compromissos, e aprende a se organizar. Não que eu ache que devemos pautar nossas vidas a partir da EM. Mas não dá pra programar a vida negando que ela exista. Lembrar que ela está ali é quase uma forma de preservação.
Entretanto, tem coisas que independem de programação ou não. Ontem, por exemplo, estava super ansiosa, fiquei tensa o dia todo e hoje acordei com uns 15 tipos de dor. Agora já diminuiu pra umas 3. Tudo por conta da tensão, que, infelizmente, eu não consigo controlar, ainda.
Mas, tudo bem. Foi tudo tão bom, tão maravilhoso, tão melhor do que eu esperava, que essas dores estão quase boas de se sentir.
É uma experiência que eu recomendo!
E que venham os próximos desafios!
Até mais!
Bjs

19 comentários:

  1. Bruna, sou leitora aqui do blog há quase 2 anos e me aventurei pouquíssimas vezes a vir comentar por aqui. Mas essa sua conquista não merece menos do que um singelo comentários dizendo "parabéns!" de uma leitora fiel.

    Boa sorte com os próximos desafios!

    E agora, que venha o título de Doutora!

    Abraços,

    Fernanda

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruna,
    Realmente não dá para fingir que a EM não existe... e temos que nos esforçar. mas também respeitar os nossos limites. Parabéns pelo mestrado!!! Você foi uma guerreira!
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. PARABÉNS MESTRA!!! UHUUUUUUUUUUUUU!!!
    Mestra principalmente na força de vontade, na coragem, na perseverança, na garra!!!

    A EM é uma mala sem alça, mas a gente coloca rodinhas e puxa. O importante é seguir em frente, rumo à novas conquistas, como esta que merecidamente alcançastes.

    Bruna, tu és um exemplo e motivo de orgulho para nós, teus colegas de EM.!!!

    Beijos com carinho, admiração e orgulho,
    Neyra.

    ResponderExcluir
  4. Bruna, estou feliz com a tua felicidade... Obrigada!!!

    ResponderExcluir
  5. Ah... esqueci de falar que adorei o novo visual do teu blog, super bom gosto!!!
    Adoro a cor laranja e os tons que usastes são lindos, alegres e suaves ao mesmo tempo.
    Uma ótima semana prá ti e para os amigos que visitam o blog!!!
    Beijos Bruninha.

    ResponderExcluir
  6. Oi, parabéns!Leio sempre teu blog e parece que tu escreves especialmente pra mim, pois todos os sintomas e dificuldades que relatas também sinto.
    Parabéns!És uma guerreira!

    ResponderExcluir
  7. Bruna! wow! It's done! Linda conquista a ser muito curtida, comemorada! Estou desapontada comigo pq fiquei um tempo sem aparecer aqui e perdi tua defesa... Neste fim de semana senti muita vontade de vir pra saber se estava próximo do grande dia e vejo que... já foi! Well, eu vou me resolver comigo depois. Agora quero te deixar meu abração e uma nuvem de confetes e alegrias!! Parabéns, garota! Que sucesso! Marinês

    ResponderExcluir
  8. Que fofa, parabéns ,Deus ajuda quem cedo madruga... diria minha vó.

    olha que Jesus te ilumine sempre seu blog é alto astral, adoro ler... quando estou bem me fortaleço ,e não entro na negação de que a EM sumiu... quando mal(com pulso) penso que serei forte o suficiente para manter meu cérebro bem,e que tudo nesta vida é passageiro. Riciane,Rio.

    ResponderExcluir
  9. Oi Bruna,
    Parabéns, curta bastante estes momentos tão maravilhosos!! Você merece toda a felicidade do mundo, és uma batalhadora.
    bjo. Mariana

    ResponderExcluir
  10. Obrigaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaado a todos! Mil bjs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns!!! Sou sua leitora tímida há quase 2 anos e só fiz, acho que,2 comentários. Mas até minha mãe já sabia da sua tese. Fico muito feliz por você e tb acho que nós aprendemos com vc a lidar com a EM, desde q descobri o q tinha só deixei de trabalhar 2 dias(qdo fiz exame do líquor)e fico te devendo essa pq vc de longe me dá muita força.
      Obrigada e Parabéns de novo, Mestra!!!

      Excluir
  11. Felipe César Fonseca de Souto ferandes19 de março de 2012 16:07

    Bruna, queria dizer que leio o seu blog há 6 meses! Na verdade, me interessei a partir do momento em que comecei a sentir fasciculações no meu corpo, e tive o diagnóstico que as mesmas eram benignas, em virtude de ter feito uma eletroneuromiografia e esta ter tido um resultado normal. Mesmo assim, fiz outros exames como ressonância do Crânio e um Potencial Evocado Somato Sensitivo. O Resultado do primeiro foi normal, já o segundo deu alterado tanto nos membros inferiores , quanto nos membros superiores. Desde então, sinto muitas dores na região cóccix, bem como dores nas pernas após fazer exercícios, acompanhado de um formigamento que vai e vem, notadamente nas mãos e braços. Sem falar que já tive nesse período momentos de dores no olhos, zumbidos no ouvido e , por duas vezes, noites em que minha tinha que esvaziar a bexiga mesmo quase não tenho xixi para fazer. pesquisei e vi que todos esse sintomas podem estar relacionados a EM. Essa última era uma sensação bem chata. Enfim, tenho muitos sintomas, e sei que posso desenvolver EM, mesmo os médicos dizendo que o potencial evocado e os outros sintomas são inespecíficos para poder me dar um diagnóstico mais preciso! Fui chamado até de louco por parte da família, bem como de hipocondríaco! No mais, queria só te dizer que ler o seu blog me alegra , no sentido de saber que mesmo que esteja com essa doença, será possível continuar vivendo e aproveitando o dom da vida! NO mais, é só lhe parabenizar pelo blog e pela força com que luta pelo bem pracioso da mundo: A vida! Meu nome é Felipe César Fonseca de Souto Fernandes e moro no outro Rio Grande, o do Norte, mais precisamente, em Natal! Grande Abraço! Msn;felipefernandes_1982@hotmail.com

    ResponderExcluir
  12. Bruna,depois de "só"ler o blog,resolvi escrever para te dar os parabéns pelo mestrado.Muitos beijos,Rose

    ResponderExcluir
  13. Bruna,meus parabéns,querida.Adorei seu post e fiquei extremamente feliz com essa conquista. Continue com sua determinação e perseverança, pois ainda vais brilhar muito. Agradeça a EM por ter conseguido. É a partir dos grandes obstáculos que conseguimos galgar longe...Espero poder estar um dia no seu lugar, defendendo a minha tese #tenso RSRS. Bjs, fica com Deus.

    ResponderExcluir
  14. Bruna, parabéns por mais uma bela conquista e que venha o Doutorado,eu acredito em vc. Sucessos... Raquel(Curitiba).

    ResponderExcluir
  15. Bruna, muitos parabéns por mais esta conquista!!!
    Que venham muitas outras!
    Beijo

    ResponderExcluir
  16. Bruna, sabe aquelas plaquinhas que aparecem em conpetições de favas contadas? Eu já sabia!
    Abs, sucesso... sempre,
    Paulo Francisco.

    ResponderExcluir
  17. Obrigado! Obrigado! E mais: obrigado! Sem o apoio de vocês, teria sido muito difícil.
    Bjs

    ResponderExcluir

Ajude a construir esse blog, deixe aqui seu comentário, dúvida, críticas e elogios.