quarta-feira, 18 de março de 2015

O vento leve


Oi queridos, tudo bem com vocês?
Vida corrida por aqui... mas tá tudo ótimo. Tá corrido justamente porque tá tudo bem!!!
Me emocionei muito lendo os comentários do post anterior. Assim que conseguir, respondo todinhos!
#émuitocarinho
Bom, mas hoje quero explicar o novo visual do blog, que foi pensado com muito carinho por muita gente.
Há anos eu quero dar uma cara lindona assim aqui pra nossa "sala de estar", como muito bem disse a Neyra (adorei Neyrinha!). Porque essa é a nossa sala com sofás, pufes e redes pra deitar, depende da preferência de cada um... mas é onde conversamos, desabafamos, contamos alegrias e tristezas sem medo né? Às vezes é meu divã, às vezes é minha mesa de bar. Mas sempre é onde me sinto cheia de amigos e carinho.
Então, eu queria muito que esse lugar tivesse a minha cara, meu jeito...
Quem acompanha desde o início, lembra de quando o blog era azul:


Depois, quando o movimento pelo laranja, o laço laranja ganhou proporções globais, eu deixei o blog mais laranja também. Além do mais, laranja é uma cor mais alegre, mais marcante, mais viva, mais eu...eheheh.
Nesse meio tempo, refiz a marca da Agapem e fiz o laço laranja pra eles, pra marcar as ações aqui no RS. Legal que vejo todo mundo compartilhando nosso lacinho sem nem saber de onde saiu (sim, a Agapem foi a primeira associação brasileira a fazer parte do World MS Day, usando o laço laranja, em 2011).
E eu ia deixando o blog pra depois. Até porque não tinha muito ideia do que queria. Só sabia que tinha que ter o laço laranja na minha marca. E sabia que quem tinha que fazer era o Vini, meu primo querido, irmão, amigo, tatuador e parceiro de trabalho também.
Mas nesse ano achei que o blog merecia uma marca. E tenho grandes planos pra ele. Pra isso, precisava de uma marca mesmo.
Foram muitas ideias, compartilhadas principalmente com o Jota e com a minha mãe. Pessoas que me conhecem tão bem e entendem a (minha) EM tão bem quanto eu.
Até que um dia eu pensei no vento. No quanto eu gosto do vento batendo no meu rosto. No quanto eu fico brava quando fecham as janelas pra não entrar vento. No quanto é gostoso ter o vento despenteando (embaraçando e armando) meus cabelos. No quanto é bonito ver ele levar as folhas no outono. No movimento que ele traz pra coisas que, aparentemente, não se movem. No quanto ele transforma paisagens. Meu brinquedo preferido do parquinho sempre foi o balanço, porque me balançando, sentia o vento. E quis alguma coisa com o vento. Gosto do vento... ele é leve e ela leva...
Na hora pensei em mim, com cabelos ao vento e uma echarpe laranja, formando o laço. Contei pro Jota, mostrei algumas imagens de referência e ele também achou boa a ideia.
Escrevi pro Vini contando a ideia e algumas horas depois, a logo estava no meu email e eu chorando vendo ela, porque era exatamente o que eu tinha imaginado.
É incrível como o Vini consegue colocar em imagens o que eu imagino, mesmo eu explicando de forma estranha. Na barra superior do blog, onde tem algumas imagens soltas, as duas flores e o laço infinito (aquele tibetano) são as minhas tatuagens, que também foram desenhadas por ele com referenciais estranhos que ele conseguiu traduzir. E é incrível como fica e-xa-ta-men-te da forma como eu tenho desenhada na minha mente. Ele é ótimo! Obrigada Vini!
Bom, além das minhas tatuagens, coloquei nessa colagem de coisas que, eu acho, que me representam, outras itens constantes no meu dia a dia: livros (muitos e muitos e muitos livros), café (meu combustível e companheiro), uma máquina fotográfica, porque eu adoro fotos, imagens e registro o máximo que posso (ou lembro, porque as vezes eu esqueço de fotografar fisicamente as coisas e só registro na lembrança), a bengala, minha parceirinha de tanto tempo, que veio com a esclerose múltipla e um coração, que representa todo o amor que eu recebo aqui, incluindo o amor da minha vida, um presente que veio nesse blog.
O blog vai continuar sendo o dia a dia de uma esclerosada. Na verdade, o dia a dia de muitas e muitos esclerosados.
Obrigada por estarem aqui comigo, todos os dias, mesmo eu não escrevendo diariamente. Mas estou aqui, diariamente, e quando não estou fisicamente, estou pensando em coisas pra contar pra vocês, em como vou contar etc.
Que o vento leve boa energias pra todos vocês!



Até mais!
Bjs

9 comentários:

  1. Olá Bruna! Mt bacana td a motivação q levou à mudança do visual do blog. Parabéns! Enviei um email p vc há alguns dias para falar sobre uma medicação p a fadiga. Gostaria mt de trocar uma idéia c vc. Qdo tiver um tempinho, dá uma olhadinha! Obrigada! Ma. Roseli

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Roseli! É muito bom ter vc por aqui!!!
      Bjs

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Já disse e não me canso de repetir: Adorei o logo!
    Ele te traduz lindamente, de forma elegante, simples, objetiva e clean!
    O lacinho laranja feito com as pontas da echarpe está genial!
    Parabéns ao Vini pelo talento!
    E parabéns a ti pela delicada inspiração: O vento!
    E pelo poema de Cora Coralina, sempre maravilhosa!
    O Blog está lindo, um charme!
    Beijinhos,
    Neyra.

    PS.1: "A rede preguiçosa pra deitar" é minha tá?!! Ehehehehe...
    PS.2: Obrigada pela referencia carinhosa à minha pessoa! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tá bem, eu deixo a rede pra ti! Até porque, quando eu deito na rede não há guincho que me tire de lá inteira...heheehhehehe
      Você é parte desse blog!
      Bjs

      Excluir
  4. Olá Bruna, tudo bem? Compartilhar nossas experiências alivia nossa alma e ajuda a quem precisa de uma palavra de carinho. Iniciei também um projeto, vi que você também já nos trouxe informações sobre a Hipertensão Intracraniana e foi assim que te conheci e quis ler mais e mais. Que venham mais 60 anos de Blog ou algo mais.
    Um beijo. Lih

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém!
      Já estou acompanhando teu blog também! Vida longa às nossas histórias!
      Bjs

      Excluir

Ajude a construir esse blog, deixe aqui seu comentário, dúvida, críticas e elogios.